Confira Alguns Erros Clássicos na Limpeza de Estofado

A melhor limpeza de estofado no RJ

 

Todos sabemos que fazer limpeza de estofado é uma tarefa que não pode ser evitada para sempre. Um dia a sujeira acumula de tal maneira, que é impossível ter conforto em um sofá sujo.

A boa notícia é que é possível prolongar a durabilidade de sofás e estofados seguindo regras simples. E executando uma vez ao ano a limpeza de estofado e a lavagem de sofá em domicílio.

Ao longo dos nossos anos de experiência, verificamos 7 erros comuns nos cuidados com mobiliários estofados. Erros que observamos em chamados onde o cliente tentou fazer por si só a limpeza do seu estofado. São eles:

1) Remover líquidos do sofá utilizando água

Café, ketchup e bebidas, quando caem no seu sofá realmente causam um desastre. Mas saiba que a última coisa que você deve fazer é usar água. Pois a água faz a sujeira ser absorvida para dentro do sofá, e ficará quase impossível removê-la.

Então como fazer? Utilize um pano branco (limpo e seco) e coloque sobre a mancha. Para que ele absorva ao máximo toda a sujeira. Você também pode usar papel toalha, até remover todo o excesso.

Em seguida, entre em contato com uma empresa de limpeza de estofado para fazer a lavagem a seco ou semiseco.

2) Não aspirar o sofá

A aspiração é um método básico, porém eficaz, para conservar um sofá limpo. E deve ser feita pelo menos 1 vez por semana.

Lembre-se de aspirar sempre utilizando um sistema de quadrados imaginário. Funciona assim: Você imagina um desenho de um quadrado no sofá, e faz a aspiração em toda essa área. Em seguida, imagine um quadrado ao lado do primeiro e repita a operação.

Em um sofá que é aspirado constantemente existe grandes chances de remover manchas com a lavagem de sofá a seco, pois elas não são potencializadas pela poeira.

3) Animais no sofá

Deixar animais ficarem no sofá é péssimo. Porque além dos pelos dos animais, que se soltam facilmente e grudam nos tecidos. Os bichinhos de estimação, de maneira geral, expelem secreções, que podem causar doenças. E o sofá, é um local muito propício para armazenar essas secreções e servir de festa para bactérias.

Algumas pessoas usam talco no sofá para tentar disfarçar o cheiro. Nunca faça isso! Muitos dos chamados que recebemos para desodorização de sofás e estofados é proveniente dessa lenda. Não deve-se colocar talco em sofá, pois isso vai aumentar o odor desagradável em poucos dias, com a mistura de cheiros estranhos.

4) Utilização de sprays milagrosos

Quando se trata de produtos químicos e técnicas profissionais de limpeza, não existem milagres.

Algumas pessoas compram sprays (comumente vendidos em mercados ou lojas de produtos automotivos) que prometem limpar o sofá, camisa manchada e tirar cheiro de mofo do carro. Além de outros poderes; vendem um produto supostamente milagroso e multiuso.

Apele para o seu bom-senso, pois ele logo nos mostra que um produto multifacetado assim, não pode ser honesto.

No final, se você usar o produto corre o risco de ter uma mancha pior (mas com cheirinho de lavanda). Brincadeiras à parte, isso ocorre em muitos casos porque cada tipo de fibra do tecido reage de forma diferente a cada produto químico.

5) Não hidratar sofás de couro

Somente fazer a limpeza do sofá de couro, sem a devida hidratação, é a pior coisa que pode ocorrer.

O couro é o que chamamos de tecido vivo, e por isso ele reage de forma diferente em diversos ambientes.

Ao fazer a limpeza de estofados em couro, você está removendo a proteção natural dessa forração. E se não for hidratado corretamente, em pouco tempo o tecido começará a apresentar rachaduras que dificilmente serão recuperadas.

Para quem está no Rio de Janeiro, e precisa fazer a limpeza de couro (estofados, bolsas, casacos, etc) oferecemos tratamento especial com hidratação.

6) Tirar manchas com receitas caseiras

Você pode ter conseguido tirar uma pequena mancha em um tecido, utilizando uma “técnica caseira da vovó”. Mas saiba que existem mais de 80 tipos de tecido de forração para sofá e estofados, e cada um reage diferente.

Cada tecido, é muito diferente em sua composição e no entrelaçamento das fibras. Por isso, é fundamental que seja avaliado o tipo de tecido. Procure uma empresa especializada, que vai usar o componente e a técnica de limpeza adequada para cada caso.

O ideal é não arriscar, pois, como diria a própria vovó “a emenda pode sair pior do que o soneto”.

 7) Não efetuar a limpeza de estofado anualmente

Se o seu sofá passou um ano inteiro recebendo coisas como suor, poeira, cabelo, descamamento de pele, bactérias, mofo e derramamentos de líquidos. Não há nada mais justo, que por pelo menos uma vez no ano, ele passe por um sistema de limpeza profissional. Que vai cuidar da sua limpeza, higienização, remoção de manchas, desodorização, e, em alguns casos, deixar seu querido sofá com cara de novo.

Nós da Brasilimpe, recomendamos que a lavagem a seco de móveis estofados seja feita a cada um ano para famílias de até 3 pessoas, ou a cada 6 meses para famílias de mais de 4 pessoas.

Lembrando que após o procedimento, a higienização e limpeza do seu sofá ou estofado só estará completa, após a secagem total do seu móvel. Por isso, fique atento as instruções dos nossos profissionais.

E para ficar melhor ainda, você pode complementar o serviço de limpeza de estofado com a nossa impermeabilização de estofados. Assim, além de ficar livre de odores e sujeira, seu estofado ficará protegido de acidentes com líquidos, e de poeira.

 

Confira onde atendemos no Rio de Janeiro:

CENTRO: todos os bairros do Centro.

ZONA SUL: São Conrado, Gávea, Leblon, Lagoa, Ipanema, Copacabana, Humaitá, Laranjeiras, Botafogo, Flamengo, etc.

ZONA NORTE:  Rio Comprido, Estácio, Tijuca, Grajaú, Méier, Penha, Pavuna, Engenho de Dentro, Cachambi, Del Castilho, Ilha do Governador, Campo Grande, etc.

ZONA OESTE: Barra da Tijuca, Recreio, Vargem Grande, Jacarepaguá, (Taquara, Freguesia, Anil, Pechincha, Tanque), Vila Valqueire, etc.

BAIXADA FLUMINENSE: Duque de Caxias, Nova Iguaçu, Volta Redonda, São João de Meriti, Belford Roxo, Nilópolis, Itaguaí.

NITERÓI: São Gonçalo, Alcântara, Icaraí, Barreto, São Francisco e Pendotiba.